Blog

Somos Todos Inteligentes

inteligência-emocional-1

A sociedade costuma ser cruel, a gente sabe. Especialmente quando estabelece parâmetros e circunstâncias muito específicas para distribuir rótulos entre as pessoas. Parâmetros que muito pouco se atentam às peculiaridades e particularidades de cada indivíduo enquanto mundo de possibilidades.

Quem é mais inteligente? Quem passou em primeiro lugar num vestibular de Medicina de uma faculdade concorrida ou quem toca com fluidez num piano a quinta sinfonia de Beethoven? Achamos o cerne do problema. A comparação. A disputa de forças. Mas existe um problema ainda mais grave aí dentro. Comparar coisas incomparáveis. Talentos distintos. Inteligências distintas.

Inquestionavelmente ambos, o estudante que logrou primeiro lugar numa prova concorrida e o músico que toca uma das mais difíceis sinfonias do mundo, são inteligentes. Assim como o jardineiro que entende do fluxo natural das plantas e conduz um jardim com um equilíbrio e controle quase que divino. Assim como uma pessoa que possui empatia ou uma pessoa que possui uma boa oratória. Ou uma pessoa boa em números ou em decorar datas de aniversário. Mas por que a sociedade acha que mais inteligente é o juiz do que o jardineiro? Talentos distintos, inteligências distintas.

Sim, inteligências. Assim mesmo no plural, pois existem muitos tipos de inteligência. Precisamos lembrar que a inteligência não é um domínio único mas sim uma multiplicidade, uma coletividade de capacidades. Uma abrangência de talentos em diversas áreas, como mostra o gráfico com a teoria do professor de Harvard Howard Gardner, a seguir:

tipos-de-inteligencia-01-2-cke

Segundo Gardner, todas as pessoas têm todos os oito tipos de inteligência listadas acima, em diferentes níveis de aptidão. E as experiências de aprendizagem não precisam necessariamente se relacionar com a área de inteligência mais forte de uma pessoa.

E o que costuma fazer alguém se sentir menos inteligente? A pressão social para que todos sejamos iguais. Que sejamos dotados da mesma inteligência. Especialmente aqui no Brasil, onde as escolas incutem na mente dos alunos desde cedo que eles só serão bem sucedidos se prestarem vestibular para Medicina ou Direito.  E silenciam a maioria dos atletas, dos sensíveis, dos musicais. Mas a maior culpa é do nosso país que não promove incentivo para outras áreas e deixa as pessoas sem saída na busca pela sobrevivência financeira, optando por carreiras que pouco tem a ver com elas ou que se sentem medíocres por não estarem de acordo com suas habilidades.

A incapacidade humana de lidar com a diferença e reverenciá-la enquanto um elemento rico e construtivo é um grande entrave que precisamos vencer. Imagina se todos os músicos abandonassem seus árduos estudos musicais e dedicassem as suas vidas para prestar concursos públicos? Não teríamos música no mundo!

Não que não existam aqueles que possuem diversas inteligências bem desenvolvidas. Mas estes são exceção. Estes ou tiveram desde a infância muitos estímulos educativos construtivos ou são os famosos gênios. Cada se sente melhor em alguma coisa, mesmo que às vezes há quem pense que não é bom em nada. E pensa isso por achar que a inteligência é um caminho único. Lembre: não é! Inclusive ser um bom ouvinte ou um bom leitor, já é uma forma de inteligência. Nem todo mundo consegue.

Pois bem, tudo isso para dizer que somos todos especiais. E todos os dias devemos acordar e lembrar que possuímos potencial e talento assim como todos os outros seres. E não existe hierarquia entre nós. Nem entre as inteligências. A gente sabe que a sociedade é cruel, começamos o texto assim, mas é nosso papel dia após dia desconstruir o que não é correto e construir novos padrões amorosos de aceitação. E de autoaceitação. ❤️

Fonte:
 https://www.hipercultura.com/inteligencia-multipla-conheca-os-varios-tipos-de-inteligencia-e-descubra-a-sua/
http://blog.gazinatacado.com.br/6-dicas-praticas-para-desenvolver-sua-inteligencia-emocional/
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s